Quarto de Criança: Repense o espaço dos mais pequenos

Quarto de Criança: Repense o espaço dos mais pequenos

Decorar o quarto de uma criança pode ser uma tarefa difícil. Os mais pequenos normalmente são exigentes no que toca ao seu espaço e certos requisitos podem ser complicados de implementar. Além disso, as crianças estão sempre a crescer, e como tal, pode ser ainda desafiante decorar um quarto que acompanhe este desenvolvimento e que se adeque às preferências crescentes e em constante mudança dos mais pequenos. 

Neste artigo, iremos apresentar-lhe algumas dicas que deve implementar para inovar a decoração do quarto de criança.

Quarto de criança: dicas a seguir para inovar o espaço

Personalize as paredes

Se há local para arriscar com a decoração é no quarto de criança! Aqui, pode explorar a sua imaginação e puxar pela criatividade. Em primeiro lugar, pense no que pretende fazer com as paredes – um elemento fulcral de qualquer espaço. Se preferir algo mais simples, pode sempre optar por uma parede de destaque e pintá-la com uma cor diferente que se adeque à restante decoração. Normalmente, o quarto do menino é pintado de azul e o de menina de cor de rosa. Contudo, pode explorar também outros tons – aliás, recomendamos fazê-lo!

Se estiver à procura de algo diferente para trazer um ambiente mais personalizado e repleto de criatividade ao espaço, pode mandar fazer certos desenhos na parede de acordo com a preferência do(a) seu(a) filho(a). Por exemplo, se a criança gostar do tema do espaço, pode contratar um profissional para pintar uma nave espacial numa das paredes do quarto. Entre no espírito infantil e crie uma atmosfera convidativa, criativa e, acima de tudo, confortável para a criança. Afinal, este é um local onde o(a) seu(a) filho(a) passará muito tempo, portanto, é importante que se reflita um pouco da personalidade da criança e que este seja um espaço de que ela se orgulhe e onde se sinta bem.

Opte por métodos de organização inteligentes

Quando falamos em quarto de criança, é comum imaginarmos brinquedos espalhados por todo o lado ou almofadas desarrumadas, por exemplo. A arrumação é essencial em qualquer divisão para proporcionar um ambiente tranquilo e relaxante, no entanto, mais do que em qualquer outro espaço, é no quarto de criança que deve ter mais cuidado com a mobília que escolhe para fins de armazenamento. Assim, é essencial optar por armários espaçosos e funcionais, de preferência, com vários compartimentos.

Aposte em arte

A arte é uma excelente forma de trazer diversidade visual a um quarto, e pode ser uma ferramenta útil para se ditar um esquema de tonalidades: os toques de cor podem ser espalhados pela roupa de cama e mobiliário, ajudando a unificar o espaço de uma forma subtil e harmoniosa. Os quadros que escolher devem refletir, mais uma vez, os gostos da criança, portanto opte por desenhos de animais, personagens fictícias, princesas ou carros, por exemplo. 

Por outro lado, no caso de crianças mais velhas que estejam a entrar na idade da pré-puberdade, pode optar por alguns modelos mais modernistas e sem um padrão definido que possa ser interpretado de diferentes formas. Assim, atribui-se um ar mais maturo ao espaço, acompanhando o desenvolvimento da criança.

Divida o quarto por áreas

O quarto de criança não serve apenas para dormir. À medida que crescemos, tendemos a recorrer ao nosso quarto apenas para descansar, mas o mesmo não se passa com as crianças, que usam este espaço também para brincarem ou estudarem, por exemplo. Como tal, é importante criar áreas específicas para cada propósito. Por exemplo, de um lado pode colocar a cama e mesinha de cabeceira, e depois uma secretária mais afastada para separar os espaços. Se preferir, pode inclusive comprar uma divisão física para uma melhor separação.

Inclua um “refúgio” para a criança

Como já mencionado, o quarto de criança é o espaço ideal para apostar na sua criatividade. O quarto dos mais pequenos é para eles um refúgio, um local onde podem sonhar e brincar livremente. Tendo isto em conta, porque não apostar em elementos diferenciadores que lhes permitam criar o seu próprio mundo alternativo dentro de quatro paredes?

No caso das meninas, há quem aposte em grandes castelos, onde estas podem entrar e brincar. Já para os meninos, normalmente recorre-se a tendas decoradas de acordo com determinado tema do interesse deles, e que servem também para proporcionar à criança uma realidade alternativa – um cantinho onde só ela pode entrar. São estes elementos de destaque que atribuem ao quarto uma maior personalidade.

Aproveite o teto

O teto é dos locais mais descartados na maioria das divisões de casa. No entanto, o aproveitamento dele é, no quarto de criança, muito útil para uniformizar o espaço e para se divertir com o mesmo. Não deixe o teto do quarto de criança em branco ou apenas complementado por um pequeno candeeiro que passa despercebido – aproveite este espaço também para inovar. 

Por que não apostar em elementos diferenciadores, como pequenas luzes, fios decorativos ou acessórios que podem partir do teto e espalhar-se um pouco por todo o quarto? Além disso, pode comprar pequenos adesivos, como estrelas ou luas que brilham no escuro, proporcionando a ideia de que está a olhar para o céu. O teto é assim um recurso que pode utilizar para complementar o quarto com mais elementos criativos e com mais um toque de diversão como os mais pequenos tanto gostam.

Aposte em cores e padrões divertidos

A maioria das pessoas limita-se a escolher as típicas cores para quarto de criança: ou azul ou rosa, conforme o sexo. No entanto, esta é uma ideia já muito antiquada e que, por vezes, acaba por não refletir os gostos da criança. Assim, é importante explorar outras cores com as quais a criança se identifique. 

Aposte em tons alegres e divertidos como um amarelo, laranja ou verde, por exemplo. Pinte paredes, escolha móveis, almofadas, tapetes e roupa de cama com base nestas tonalidades e verá que conseguirá criar um ambiente positivo e confortável!

Como já mencionado, o quarto de criança é o espaço ideal para incluir elementos decorativos que outrora não colocaria numa outra divisão. Aproveite e explore a sua criatividade para criar um espaço verdadeiramente personalizado para a criança!

 

Artigo por: Catarina Fonseca

 

Deixe um comentário

Tenha em atenção que os comentários precisam de ser aprovados antes de serem exibidos